Machu Picchu
Viagem

Machu Picchu, uma cidade envolta em misticismo e mistérios

Machu Picchu é um local que encanta tanto os visitantes comuns quanto os mais experientes estudiosos de civilizações antigas. Trata-se de uma cidade construída no topo de uma montanha, a 2.350 metros de altitude, considerada um símbolo do império Inca.

Machu Picchu é um local que encanta tanto os visitantes

Machu Picchu ficou oculta por mais de 300 anos, até ser descoberta pelo arqueólogo Hiram Bingham em 1924, que encontrou vestígios de recursos extremamente inovadores para aquela época e também construções repletas de misticismo.

Segundo alguns estudiosos, Machu Picchu era uma propriedade real construída para o rei Inca Pachacutec por volta de 1450. Outros acreditam que era a cidade inca onde se realizavam cerimônias sagradas. Era considerado um local sagrado pelos Incas, por unir os Andes ao poderoso Rio Amazonas (por eles chamado de Urubamba).Estima-se que sua habitação era de entre 300 e mil pessoas, principalmente de membros da família de Pachacutec, elite religiosa e artesãos altamente especializados recrutados de todo o império, chamados yanaconas.

Apenas cerca de 30% da cidade é de construção original, o restante foi reconstruído. As áreas reconstruídas são facilmente reconhecidas, pelo encaixe entre as pedras. A construção original é formada por pedras maiores, e com encaixes com pouco espaço entre as rochas. Até hoje, se especula sobre os métodos de construção —inclusive como foram transportados estes imensos blocos rochosos.

Em quéchua (o idioma falado pelos incas) Machu Picchu significa “montanha velha”. Considerado um dos monumentos arqueológicos e arquitetônicos mais importantes do mundo, foi escolhido como Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco.

O excesso de visitas acabou acarretando danos ao local. Por conta disso, foram definidas restrições (de número de visitantes e horários) para evitar este turismo predatório.

LEIA TAMBÉM

Conheça a história do descobrimento de Machu Picchu

Machu Picchu por dentro

Regras rígidas buscam evitar turismo predatório

Como você se sentiu?

Animado
0
Feliz
0
Amei
0
Não sei
0
Bobo
0

Você pode gostar também

Mais em:Viagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *