Van de Cuzco a Machu Picchu
ExperiênciasViagem

Viagem de Cuzco a Machu Picchu de van é garantia de emoção

Para ir até Macchu Pichu não é difícil. Basta pegar um trem a partir de Cuzco e, em aproximadamente 3h30, chega-se a um simpático povoado, onde se pega um ônibus que leva os passageiros à emblemática cidade inca. Esta é a opção “soft”: confortável, num passeio que mescla paisagens deslumbrantes com outras nem tanto —e até um tanto monótonas.

Mas para quem realmente quer emoção a melhor alternativa é vencer a distância a bordo de uma van —uma viagem mais barata, bem mais longa (cerca de 7 horas), muito cansativa e que garante, ao mesmo tempo, paisagens maravilhosas e muito frio na barriga.

De Cuzco a Machu Picchu, com emoção

Além do nível de conforto, a principal diferença entre ir de Cuzco até Aguas Calientes (povoado mais próximo do Sítio Arqueológico de Machu Picchu) de trem ou van é a distância percorrida.  Pelos trilhos, percorre-se 112 quilômetros, num trajeto bem menos sinuoso que, se não é exatamente uma linha reta, é o percurso mais curto entre os dois pontos.

Vacinação combina com doação
De Cuzco a Machu Picchu, com emoção

Estrada estreita e curvas sinuosas

Já a bordo de uma van, são cerca de 420 quilômetros, por estradas de asfalto e de terra, percorrendo curvas sinuosas (muitas às margens do abismo), subidas e descidas íngremes, trechos tão estreitos que só permitem a passagem de um veículo por vez.

De Cuzco a Machu Picchu, com emoção

Apesar de ser extremamente castigante (curvas sinuosas e muitos solavancos), o trajeto permite vislumbrar paisagens de tirar o fôlego. O caminho entre Cuzco e Águas Calientes marca a transição entre as regiões andina e amazônica do Peru. Assim, deixa-se uma cidade a 3.3339 metros de altitude para chegar a um povoado que está a 2040 metros acima do nível do mar.

De Cuzco a Machu Picchu, com emoção

Existem várias agências de turismo em Cuzco que oferecem este deslocamento. A passagem custa em torno de 50 Soles. As vans saem de Cuzco por volta de 7h da manhã e chegam até o ponto final, próximo à antiga Hidrelétrica, por volta de 14h.

De Cuzco a Machu Picchu, com emoção

Pelo trilho do trem

Deste local, é preciso ir a pé até o povoado Águas Calientes seguindo a linha de trem — são cerca de 13 quilômetros, um trajeto plano que pode ser vencido sem dificuldades. Também é um percurso muito bonito, pois a linha férrea acompanha o curso de um rio e atravessa a mata nativa.

Após cerca de 2h30, chega-se ao povoado, que nada mais é do que um aglomerado de pousadas, hotéis e restaurantes ao redor da estação de trem e de onde saem os ônibus que levam os turistas até o Sítio Arqueológico de Machu Picchu.

Há um modesto centro comercial, onde na praça central existe uma estátua de Manco Capac, o primeiro governante da cidade de Cuzco e fundador do Império Inca.

Águas Calientes

Muitos dos hotéis ficam literalmente ao lado da linha férrea —os quartos têm vista para os trilhos. Os fundos dos hotéis dão vista para um rio caudaloso e, um pouco mais à frente, à floresta amazônica nativa.

Águas Calientes, Peru

No centrinho comercial, há diversas lojas que vendem artesanatos e roupas confeccionadas com lã de lhama ou alpaca (animais parentes das ovelhas, típicos das regiões andinas). Nos restaurantes, são servidos pratos típicos da culinária peruana, sobretudo pratos andinos e amazônicos.

Destaque especial para o cuy, um roedor típico daquele país (que o brasileiros conhecem como porquinho-da-índia), que é servido assado, inteiro, com cabeça e patas (apenas os órgãos internos são retirados).

Como você se sentiu?

Animado
0
Feliz
0
Amei
0
Não sei
0
Bobo
0

Você pode gostar também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *