Pashupatinath devoção e simbolismos
Viagem

Pashupatinath transborda devoção e simbolismos

Uma combinação de religião, arte e cultura, Pashupatinath é mais do que apenas um destino religioso. Este verdadeiro núcleo de devoção compreende uma área de aproximadamente 2,5 km², reúne uma série de templos, monumentos e nichos dedicados à realização de rituais (em grupo grandes, pequenos ou até mesmo individualmente).

Considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO em 1979, o lugar exibe uma variedade de estilos de templos — Dome, Pagoda e Shikhara, entre outros. Tambpem chama a atenção a variedade de estátuas, seja pelos motivos e formatos, ou seja pelo material utilizado na confecção (pedra, metal ou madeira).

Localizado a três quilômetros a noroeste de Katmandu, o complexo religioso se estende do templo principal de Pashupatinath até Guheshwor. Milhares de peregrinos frequentam templos como Bhuwaneshwori, Dakshinamurti, Tamreshwor, Panchdewal e Bishwarupa. Existem cerca de 492 templos, 15 Shivalayas (santuários do Senhor Shiva) e 12  Jyotirlinga  (santuários fálicos).

A área sagrada também inclui as florestas Deupatan, Jaya Bageshori, Gaurighat (banho sagrado), Kutumbahal, Gaushala, Pingalasthan e Sleshmantak.

VEJA TAMBÉM:

Swayambhu simboliza harmonia entre budistas e hindus

Os olhos de Buda que tudo veem em Boudhanath

Rio Bagmati é utilizado em cerimônias religiosas
Rio Bagmati é utilizado em cerimônias religiosas

O templo de Kali, localizado às margens do rio Bagmati, tem uma aparência interessante e carregada de mitologia: acreditam que a estátua cresce fora para de seu local original e, quando ela estiver totalmente exposta, o mundo acabará.

Cada templo tem seu próprio conjunto de rituais, valores e costumes. Do outro lado do rio, há pequena floresta Shleshmantak, lar de animais como veados e macacos.

Outro aspecto bastante particular de Pashupatinath é o crematório às margens do rio Bagmati, onde os corpos de entes queridos são queimados em cerimônias capazes de chocar olhares ocidentais.

Pashupatinath é um dos quatro locais mais importantes da Ásia para os devotos de Shiva

Templo de Pashupatinath

Dedicado ao Senhor Shiva, Pashupatinath é um dos quatro locais religiosos mais importantes da Ásia para os devotos de Shiva. Construído no século V e mais tarde renovado pelos reis de Malla, os fieis acreditam que que o local existia desde o início do milênio, quando foi descoberto um Lingam (representação) de Shiva.

Maior complexo de templos do Nepal, Pashupatinath se estende dos dois lados do rio Bagmati, considerado sagrado pelos hindus. O templo principal em estilo pagode tem um teto dourado, quatro lados cobertos de prata e esculturas de madeira requintadas. Templos dedicados a várias outras divindades hindus e budistas cercam o templo de Pashupatinath.

O santuário interno tem um lingam de Shiva e de frente para o templo fica a maior estátua de Nandi, o touro, o veículo de Shiva. Existem centenas de lingotes de Shiva dentro do complexo.

Na Primavera, acontece o festival Maha Shivaratri, que atrai centenas de milhares de devotos do Nepal e da Índia.

Mais a leste, fica o templo de Guheshwori, dedicado ao parceiro de Shiva, Sati Devi.

Como você se sentiu?

Animado
0
Feliz
0
Amei
0
Não sei
0
Bobo
0

Você pode gostar também

Mais em:Viagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *