Isla del Sol, Lago Titicaca
Viagem

Ilha do Sol oferece paisagens deslumbrantes e histórias mágicas

Partindo de Copacabana, de barco, chega-se em duas horas à Ilha do Sol, a maior do Lago Titicaca (tem oito quilômetros de uma ponta a outra), que além de oferecer paisagens deslumbrantes, está repleta de história e contos mágicos.

Os guias locais contam a lenda de que o primeiro rei Inca, Manco Capac, foi criado pelo Deus Sol (Inti), na atual Ilha do Sol. Inspirado por força divida, Capac foi para o Peru, onde fundou Cuzco, a cidade mais importante do império, até a invasão dos espanhóis.

Na Ilha do Sol, há ruinas de construções seculares, como a Chinkana, uma espécie de templo sagrado com diversos corredores, passagens e conexões — no idioma quéchua, Chinkana significa labirinto; o termo inspirou a criação da palavra “chicana”, muito usada no automobilismo e no meio jurídico.

Outra atração é a Mesa dos Sacríficios (ou Pedra do Puma), onde os incas matavam pessoas e animais, na esperança de obter vantagens das divindades. Há também a Rocha Sagrada e o Templo do Sol, construído no exato local onde teria nascido o próprio Inti.

SAIBA MAIS:
O fantástico mundo do barqueiro do Lago Titicaca

Cerca de 45 minutos distante, a Ilha da Lua abriga os vestígios do Templo de las Virgenes, construção que os guias turísticos acreditam ter sido uma espécie de convento inca. Há também três fontes (do Amor, da Juventude e a da Vida), mas o visitante só pode optar por uma delas para beber — não se pode ter tudo na vida!

LEIA TAMBÉM:
Lago Titica é berço e refúgio da civilização inca

Copacabana transborda belezas naturais e manifestações de fé

MAIS IMAGENS DA ISLA DEL SOL

Isla del Sol
Isla del Sol

Como você se sentiu?

Animado
0
Feliz
0
Amei
0
Não sei
0
Bobo
0

Você pode gostar também

Mais em:Viagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *